Blaberring, Life, Past, Personal

Éste ano!

Há algum tempo me tenho vindo a perguntar porque nunca fui visitar o meu pai desde que ele morreu.
Será que tenho medo, ainda não estarei preparado?
Pois bem este ano atirar-me ei de cabeça, dia nove irei visista-lo, sozinho, este dia nove, irei a sua morada eterna revisita-lo passar la algum tempo, fazer as pazes com os meus fantasmas e conversar, por a conversa em dia…
enfim…sinto mesmo a falta daquele maluco, da sua barba mal feita, do seu sentido de humor único, do cheiro a tabaco de cachimbo…da sua incondicionalidade, da sua criancice, lembro me tão bem do ultimo verão, o de 2003, quando numa carta que me enviaste falaste das “tuas coca colas, e as minhas cervejas e cafés” o nosso vicio num pequeno bar em Oeiras…sinto a tua falta, do teu ódio por pokemon, paixão por samurai X, da tua cultura, da tua matemática, e sinto-me arrependido de todas as vezes que olhei para um exercício e disso” não sei/não gosto disto”na realidade gosto mas doí-me … desculpa pai, desculpa ter feito todas estas merdas que fiz nos últimos anos, desculpa. Adoro-te. Já consegui voltar para o judo, mas sempre que vejo um adulto a assistir ao treino o meu coração estremece, e vem me a cabeça a imagem de um homem de 40 anos com um mac, de pernas cruzadas a observar o treino, eras tu…Amo-te…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s