Blaberring, Emotion, Life, Past, Personal

Estas correntes em mim

Hoje ao acordar fui invadido por uma forte dor, não sei bem explicar.
Sinto umas correntes em volta do meu coração, sinto-as a dias, e a dias que apertam mais, prendem, sinto como se tivessem a estrangular a alma, sinto-me mal, e isso já transparece para aqueles que comigo convivem.
Epá tens andado estranho!” “Estás bem?””Hoje estas parvo de todo”. São frases que tenho ouvido cada vez com mais regularidade, que se passa!
Não sei, não sei explicar. Mas a cada dia que passa a minha alma escure-se, os meu sorriso desaparece, e vou-me tornando cinzento, não por fora, mas por dentro…
Sempre me considerei vivo e cheio de vida(eu reparei na repetição), e muitos dos meus amigos diziam que eu lhes dava cor, que quebrava a sua rotina de monotonia, ma hoje sou eu que me afundo numa sombra, escura, sem cor, sem luz, sem musica…
Quem tiver a chave destas correntes que me ajude, que tiver o fosforo da vida, que me incendeie – talvez eu vá renascer tal fénix mitológica-.Enfim…quem puder que me ajude, não me deixe afundar…
Isto pode parecer egoísta e egocêntrico, mas já por muitas vezes apanhei cacos de corações partidos, de vidas desfeitas, elevei ânimos e vontades, agora ajudem-me, colem-me elevem me…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s