Emotion, Sadness

Afundar

Sinto me a afundar, sinto a agua a cercar-me, sinto os pés relutantes para subir, sinto me a fraquejar.

A agua já me cobre por todos os lados, estou completamente submerso, não sei quão fundo estou, estou cego, já começo a ter agua não só a minha volta mas dentro de mim, estarei ainda a tempo de me salvar, estarei a tempo de ser salvo, quem sabe, conseguirei sair de mim e puxar o meu “meio” cadáver para a superfície, apenas para me ressuscitar novamente, serei eu capaz? ou preciso que alguém o faça por mim?

Admito as minhas fraquezas, vejo-as esparramadas no meu espelho, acompanhadas por mim próprio sujo de mim, farto de mim. Alguém que acaba com o espelho, alguém destrua a fonte da imagem que vejo, ou muito cedo assim o farei.

Vou deixar-la suja, sangranda, mortificada, inútil como é fraca como só ela própria consegue ser. Morta por fim.

A não ser que mais tarde do que cedo, o cedo já foi e já não o é mais, eu tu nós ou um deles me limpe me salve….preciso de ajuda, preciso de carinho preciso de mim e de ti … não sei quem és sei que preciso de ti, seja o que fores mulher namorada amigo amiga cão gato mãe irmão irmã sei que preciso….ajuda-me

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s